Custos de armazenagem: saiba como reduzir e melhorar sua margem de lucro

Você sabe quanto dinheiro sua empresa gasta para manter um produto no estoque? Neste ponto, vale contabilizar todos os custos: desde a segurança do local até a conta de energia elétrica.

Todas essas despesas — que têm início assim que um produto chega ao estoque — são chamadas de custos de armazenagem.

Para muitos lojistas, os custos de armazenagem são verdadeiros fantasmas, uma vez que não conseguem reduzir as despesas.

Além da possibilidade de comprometer a operação de recebimento, estocagem e expedição de um negócio, o custo de armazenagem, se muito alto, pode chegar no consumidor final, e com isso prejudicar a lucratividade.

A composição dos custos de armazenagem está relacionada a diversos fatores, que podem se diferenciar entre si dependendo do tipo de produto.

Com isso entendemos que é todo o custo de espaço físico, que envolve:

  • Custo com aluguel;
  • Conta de energia elétrica;
  • Impostos do local (como IPTU);
  • Seguros;
  • Contratos de segurança;
  • Itens para auxiliar no armazenamento (paletes, estantes, mesas, refrigeradores, prateleiras etc);
  • Mão de obra;
  • Ocorrência com equipamentos (quebra, roubos, furtos etc).

Lembrando que tudo isso é de custo diário, mensal ou até mesmo anual, dependendo dos produtos. Muito gasto, não é mesmo?

new RDStationForms(‘form_infografico-dicas-para-reduzir-custos-com-a-logistica-55d5d0944c4b41245b19’, ‘UA-187448981-1’).createForm();

Atenção na hora de calcular esses custos

Para saber como reduzir os custos de armazenagem é essencial saber como calculá-los. E para tal tarefa é importante ter em mente algumas coisas.

Antes de tudo, sua equipe precisa especificar um intervalo de tempo para conseguir calcular esses gastos. Um período específico para estabelecer critérios de comparação, para tornar mais fácil a visualização posteriormente na hora de fazer cortes e otimizações.

Como citamos acima, são diversos os tipos de gastos que constituem o custo total de armazenar seus produtos. Na hora de identificá-los é preciso se atentar aos gastos que são gerados por produtos que não saem com frequência e, com isso, vão se acumulando no estoque.

Além disso, como estamos falando de espaço físico, é importante reunir alguns dados como:

  • Tamanho do local de armazenagem;
  • Por quanto tempo você pretende usar esse espaço;
  • Despesas e custos no armazém (a lista que fiz acima);
  • Média de produtos vendidos e armazenados no momento atual (para você ter um balanço de quantos e quais produtos ficam mais parado no estoque).

Com esses dados em mãos, você já tem ideia para onde estão indo mais recursos, onde falta e onde há a possibilidade de reduzir e otimizar.

Inteligência na hora de reduzir custos de armazenagem

Na hora de reduzir os custos de armazenagem não é viável sair cortando gastos. É preciso ter critérios, avaliar as melhores formas e fazer a redução com inteligência. Nesse momento é bom contar com uma empresa especializada em soluções logísticas.

Essa parceria especializada vai guiar sua empresa em processos de otimização, como por exemplo, diminuição do lead time. Isso implica em abastecimento, separação de pedidos e expedição.

Outra medida é o gerenciamento de níveis de estoque. Para isso você deve ter o controle de tudo que há no seu estoque. Além disso, é preciso combinar gestão de matéria-prima e de compras. Produtos encalhados aumentam as chances de prejuízo.

Um recurso que pode ser aliado na missão de reduzir custos também é a otimização de armazenamento. Atividade essa que inclui: rotatividade de estoque, endereçamento logístico, priorização de mercadorias que mais saem e produção baseada em sazonalidade.

Ship From Store como aliado

O lojista que ainda não aderiu ao ship from store e está com grandes custos de armazenagem, deveria começar a pensar na possibilidade. Esse conceito tem como intuito integrar lojas físicas e virtuais ao utilizar estoque integrados.

Esse recurso, além de ser vantajoso para o consumidor final, também pode ser benéfico para lojistas. Entre as vantagens do ship from store, destacam-se:

  • Redução de custos com estoque;
  • Rapidez em entregas;
  • Aumento em vendas;
  • Melhora na satisfação do cliente.

Destacamos aqui novamente a atenção aos dados, ao controle do que sua loja possui em estoque e principalmente, à busca por uma empresa especializada em logística para que todo esse processo seja feito da forma mais correta e fluida possível.

new RDStationForms(‘agendar-reuniao-6c74bf3b55cdf8b06420’, ‘UA-187448981-1’).createForm();
Share on facebook
Share on linkedin
Share on whatsapp

PESQUISE NO BLOG

CADASTRE-SE
PARA RECEBER
MAIS INFORMAÇÕES